Sexta, 25 de maio de 2018

Destaque

MPF continua Operação Rizoma contra os que lesaram SERPROS e Postalis O Ministério Público Federal do Rio de Janeiro denunciou na última terça-feira, dia 15, o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto e o lobista Milton Lyra, apontado como operador de políticos do MDB, por recebimento de propina para investimentos feitos por SERPROS e Postalis, fundo de pensão dos funcionários dos Correios. O assunto interessa aos participantes do nosso Fundo, especialmente porque, se ficar provada a gestão fraudulenta, todos os responsáveis (pessoas físicas e empresas) serão obrigados a devolver ao fundo os recursos perdidos em tais investimentos.

No total, 15 pessoas foram alvo da denúncia decorrente da Operação Rizoma, que apura fraudes nestes fundos de pensão em favor de negócios do empresário Arthur Machado, CEO do ATG Group, empresa que pretendia lançar uma nova bolsa de valores para concorrer com a BMF/Bovespa, projeto este que já vinha encontrando sérios obstáculos para sua aprovação por parte da CVM - Comissão de Valores Mobiliários.

A denúncia da semana passada deu continuidade à Operação Rizoma, já divulgada aqui no Boletim Eletrônico da ASPAS (
veja a edição aqui). No dia 12 de abril, dez pessoas foram presas preventivamente pela operação, inclusive o sindicalista Carlos Alberto Valadares Pereira (Gandola), atual presidente da Fenadados.

"CRIMES SÃO GRAVES"

De acordo com o MPF, o sindicalista fez lobby para garantir um volumoso aporte do SERPROS em negócios do investidor Arthur Machado - também preso preventivamente em abril. Segundo os investigadores, pelo serviço prestado o sindicalista teria recebido propina de R$ 1,2 milhão.

Na última 6ª feira, o ministro Gilmar Mendes, do STF, concedeu habeas corpus a quatro presos da Operação Rizoma, incluindo o presidente da Fenadados. Pela decisão, Gandola e os outros liberados com a decisão estão proibidos de manter contato com os demais investigados, por qualquer meio, e de deixar o País sem autorização do Juízo - todos devem entregar seu passaporte em até 48 horas.

Na decisão, Gilmar Mendes admitiu que "os supostos crimes são graves, não apenas em abstrato, mas em concreto, tendo em vista as circunstâncias de sua execução". A concessão do habeas corpus levou em conta que, "muito embora graves, esses fatos são consideravelmente distantes no tempo da decretação da prisão", segundo o ministro.

Junto com Gandola foram soltos na 6ª feira Marcelo Sereno, ex-secretário nacional de Comunicação do PT, Ricardo Siqueira Rodrigues e Adeílson Ribeiro Teles. Na 3ª feira da semana passada, Gilmar já havia solto o empresário Milton Lyra, considerado pelo MPF operador do MDB do Senado, denunciado na Operação Rizoma por aplicações consideradas fraudulentas no Postalis, fundo dos empregados dos Correios.

Saiba mais.

Veja aqui a íntegra da denúncia do MPF na Operação Rizoma.

21/05/18

Encontros mensais com associados da ASPAS passam a ocorrer no mesmo dia. Anote: o próximo será no dia 6 de junho, 4ª feira

Começam nesta 2ª feira, 21/5, as mudanças no atendimento do INSS. Aposentadoria por idade e salário-maternidade já devem ser pedidos pela internet

Os pedidos e agendamentos poderão ser feitos pelos segurados por meio do "Meu INSS"

A partir desta segunda-feira, 21 de maio, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) deixará de agendar atendimento presencial para pedidos de aposentadoria por idade e salário-maternidade. Os dois benefícios só poderão ser solicitados por telefone ou internet.

A análise para concessão da aposentadoria por idade e do salário-maternidade já é feita automaticamente, com base nos dados disponíveis nos sistemas do INSS e do governo, desde setembro de 2017. Mas até então também era possível fazer o pedido pelo modelo de agendamento, que agora ficará indisponível.

Os benefícios poderão ser solicitados no site do instituto ou pelo telefone 135. O segurado receberá um número de protocolo e só será chamado a uma agência do INSS em casos excepcionais, como na falta de documentos.

De acordo com o INSS, a mudança deve reduzir o tempo de análise dos pedidos. Segundo o órgão, outros benefícios também passarão a ser solicitados dessa forma "em breve".

SERVIÇOS AGENDADOS

A partir do dia 24/5, serviços antes atendidos por ordem de chegada nas agências deverão ser agendados pela internet ou pelo telefone 135.

São eles:

  1. Alterar meio de pagamento
  2. Atualizar dados cadastrais do beneficiário
  3. Atualizar dados do Imposto de Renda - Atualização de dependentes
  4. Atualizar dados do Imposto de Renda - Declaração de Saída Definitiva do País
  5. Atualizar dados do Imposto de Renda - Retificação de DIRF
  6. Cadastrar Declaração de Cárcere
  7. Cadastrar ou atualizar dependentes para Salário-família
  8. Cadastrar ou Renovar Procuração
  9. Cadastrar ou Renovar Representante legal
  10. Desbloqueio do Benefício para Empréstimo
  11. Desistir de Aposentadoria
  12. Emitir Certidão de Inexistência de Dependentes Habilitadosà Pensão por Morte
  13. Emitir Certidão para saque de PIS/PASEP/FGTS
  14. Reativar Benefício
  15. Reativar Benefício Assistencial à Pessoa com Deficiência suspenso por inclusão no mercado de trabalho
  16. Renunciar cota de Pensão por Morte ou Auxílio-Reclusão
  17. Solicitar Pagamento de Benefício não Recebido
  18. Solicitar Valor não Recebido até a Data do Óbito do Beneficiário
  19. Suspender Benefício Assistencial à Pessoa com Deficiência para inclusão no mercado de trabalho
  20. Transferir Benefício para outra Agência

MEU INSS


Um dos canais para agendamento dos serviços é o "Meu INSS", entretanto, para usar o recurso online, é preciso ter um cadastro. Para fazer o cadastro é preciso ter em mãos: nome completo, CPF, data e local de nascimento e nome da mãe, para que o sistema gere uma senha de acesso provisório. Assim que o login for efetuado, aparecerá uma mensagem instruindo o segurado a criar a própria senha.

Acesse aqui a página do INSS que explica o "Meu INSS".

21/05/18

Quando eles crescem



Com o crescimento dos filhos, mudam as condições de convivência familiar. O que deve prevalecer, entretanto, é o amor, o diálogo e a tolerância

Criar filhos, definitivamente, não é uma tarefa qualquer. Desde a gestação até que alcancem a vida adulta, os cuidados, as despesas e as preocupações só fazem aumentar. Com o passar do tempo, vem o inevitável: aquelas criaturas pequeninas crescem rapidamente, ganham autonomia, tornam-se pessoas independentes e formam suas próprias famílias. Muitas vezes, passam também a pensar de forma diferente dos pais. Essas mudanças, ainda que naturais, são extremamente desafiadoras tanto para os pais quanto para os filhos. Deixar que esse processo flua tranquilamente, sem interferir negativamente na dinâmica da relação familiar e sem gerar desentendimentos, representa um grande desafio.

Um desafio que pode ser facilmente superado com amor, mas também com alguns cuidados. Para evitar situações de conflito é sempre importante que os pais sejam especialmente compreensivos e conscientes de suas atitudes nesta fase da vida familiar. Em primeiro lugar, segundo os especialistas, é fundamental aceitar que seu filho agora é um ser adulto e que, portanto, deve ter liberdade para tomar suas próprias decisões - e, por mais difícil que seja, não cabe aos pais julgá-las como certas ou erradas, mas antes aconselhar e conversar sobre essas escolhas. Um segundo ponto é reconhecer que a vida adulta é muito mais árdua, especialmente para quem acabou de ingressar na maturidade. Cobranças constantes e comparações podem ser extremamente nocivas. E no caso dos filhos já casados, o respeito ao espaço de sua nova família é essencial.

É claro que a responsabilidade por manter o equilíbrio familiar não é exclusiva dos pais. Os filhos também devem ser sensíveis às dificuldades dos mais velhos em encarar essa nova realidade e trabalhar para reduzir os conflitos.

Para refletir melhor sobre o tema, além das dicas acima,
você pode conferir aqui algumas orientações sobre esse assunto tão importante. 

21/05/18

Parabenize os aniversariantes da semana